quinta-feira, 24 de abril de 2014

Reajuste: Salário mínimo do trabalhador rural aumentou


          O Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Tupã informou na tarde de ontem, por meio do seu presidente, Paulo Oyamada, que houve um reajuste no salário do trabalhador rural, com efeito retroativo a fevereiro. Até o primeiro mês do corrente ano, os trabalhadores do setor primário recebiam o piso salarial de R$ 760,00 mensais. Por meio de negociações que ocorreram nas últimas reuniões organizadas pelo Sindicato, a solicitação apresentada pela categoria foi atendida.
Dessa forma, o salário mínimo dos trabalhadores rurais ficou definido em R$ 825,00, ou seja, o reajuste para o ano de 2014 significou um aumento correspondente a cerca de 8,5%.
A categoria buscava há tempos este acordo salarial, que finalmente foi definido, autorizado e já ganhou validade. 

Fonte: www.diariotupa.com.br

NovAmérica está contratando tratorista reboque

A empresa Nova América está com vaga para Tratorista Reboque. O interessado será responsável por operar o trator na frente de colheita, transportando a cana, do carregamento até o ponto de engate ao transbordamento, visando atender a demanda de produção. 

Para inscrever-se é necessário:

• Ter preferencialmente Ensino Médio completo;
• Possuir Carteira Nacional de Habilitação – Categoria "C";
• Possuir experiência com Operação de Trator;
• Ter disponibilidade para trabalhar em Turnos;
• Ter disponibilidade para residir em Tarumã ou Florínea.

Inscrições até o dia 28/04/2014 (Segunda-feira) pelo telefone (18) 3373-4481 ou pelo site www.novamerica.com.br/trabalheconosco
Fonte: www.assiscity.com

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Entenda os testes feitos com o recém-nascido, como o do pezinho

Luciana Mattiussi
Do UOL, em São Paulo
  • Getty Images
    Os testes detectam distúrbios que podem prejudicar o desenvolvimento da criança Os testes detectam distúrbios que podem prejudicar o desenvolvimento da criança
A futura mãe quando chega à maternidade não pensa em outra coisa senão dar à luz uma criança perfeitamente saudável. Depois que o bebê nasce, a preocupação aumenta. Por isso, ela não deve abrir mão das triagens neonatais. Os testes realizados em recém-nascidos são de extrema importância para detectar possíveis distúrbios que, mais tarde, podem prejudicar o desenvolvimento da criança. Saiba quais exames podem ser realizados ainda na maternidade e, dentre eles, quais são obrigatórios por lei.

Teste do pezinho

Obrigatório por lei desde 1991 –e por isso realizado de forma gratuita no SUS (Sistema Único de Saúde) –, ele consiste na retirada de algumas gotas de sangue do calcanhar do bebê para que sejam analisadas em laboratório. Por meio dele, é possível detectar doenças metabólicas, hereditárias e infecciosas, que não se manifestam clinicamente no nascimento.
"Quando não se faz o exame, podemos deixar de realizar diagnósticos de patologias que podem levar a consequências graves,  entre elas a deficiência intelectual", afirma Oscar Marsuoka, pediatra do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo.
Segundo o especialista, o teste deve ser feito "após 48 horas de vida e com a certeza de que a criança tenha realizado boa ingestão de leite materno". "Isso é importante para que o resultado possa ser interpretado com segurança", diz Marsuoka.
A versão obrigatória do teste do pezinho, realizada pelo SUS (Sistema Único de Saúde), diagnostica as seguintes doenças: hipotiroidísmo congênito, fenilcetonúria, anemia falciforme e fibrose cística. Nos hospitais privados, é possível fazer a ampliada, que abrange 46 doenças.

Teste da orelhinha

Também conhecido como Triagem Auditiva Neonatal, é realizado com um fone de ouvido, que emite sons de fraca intensidade, acoplado a um computador, que produz um gráfico com as respostas do bebê. Ao analisar esse gráfico, o médico descobre se o recém-nascido apresenta problemas como surdez e otite. Por lei federal, tornou-se obrigatório em 2010.
Ampliar

Enrolar o bebê ajuda a acalmá-lo; veja dicas para cuidar do recém-nascido10 fotos

1 / 10
Um bebê recém-nascido demanda muitos cuidados dos pais, o que pode assustar, principalmente, os de primeira viagem. A seguir, confira dez dicas dadas por especialistas para passar numa boa pelos primeiros dias de vida da criança | Fontes: Janie Paula, doula de parto e pós-parto e autora do projeto Buxixo de Mãe (www.buxixodemaes.com.br); Karina Fernandes Trevisan, enfermeira-obstetra e parteira e sócia-proprietária do Commadre, espaço de apoio à gestação, parto, amamentação e pós-parto, em São Paulo, e Raquel Quiles, pediatra em São Paulo | Por Maria Laura Albuquerque - Do UOL - em São Paulo Jeff Camargo/Arte UOL
O teste deve ser feito até os seis meses de vida da criança, no máximo.
"Sua realização é muito importante, pois estudos indicam que um bebê que tenha um diagnóstico de deficiência feito precocemente pode, com o tratamento adequado, desenvolver a linguagem de forma muito próxima a de uma criança ouvinte", afirma a pediatra Ana Gabriela dos Santos, da Santa Casa de São Paulo e da Clínica Vivid, também na capital paulista.

Teste do olhinho

Ainda não existe uma lei que determine a realização dele em todo o território nacional –apenas em algumas cidades e estados como São Paulo–, mas não é por isso que o exame do olhinho é menos importante do que outras triagens neonatais.
"O teste do olhinho é um exame que deve ser realizado rotineiramente em bebês no começo de vida e que pode detectar e prevenir diversas patologias oculares (como glaucoma congênito e catarata), assim como o agravamento dessas alterações, como uma cegueira irreversível", declara o oftalmologista Renato Neves, formado pela Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) e com pós-doutorado pela Harvard Medical School, nos Estados Unidos.
O teste consiste na identificação de um reflexo vermelho, que aparece quando um feixe de luz ilumina o olho do bebê. O fenômeno é semelhante ao observado nas fotografias. Para que esse reflexo possa ser visto, é necessário que o eixo óptico esteja livre, sem nenhum obstáculo à entrada e à saída de luz pela pupila, o que significa que a visão da criança é normal.
"Trata-se de um exame indolor. Ele pode ser realizado em qualquer momento após o nascimento, mas até antes da alta hospitalar", diz Matsuoka, do Einstein.

Teste da linguinha

Um projeto de lei que exige a realização do teste da linguinha por profissionais de saúde em todas as maternidades do país já passou na Câmara e está no Senado.
Ampliar

Aproveite o sono do bebê para captar em fotos suas expressões mais fofas16 fotos

1 / 16
Em seus primeiros 28 dias de vida, o bebê dorme a maior parte do tempo. A fase é ideal para conseguir boas fotos da criança. Nessas sonecas, não faltam sorrisos, bocejos e expressões fofas. A seguir, registros feitos por duas fotógrafas especializadas em recém-nascidos | Do UOL, em São Paulo Wanezza Soares/Feito Criança/Divulgação
O exame tem como objetivo detectar uma alteração na membrana que conecta a língua, o frênulo, ao assoalho da boca. Quando a língua presa é diagnosticada, um corte simples da membrana resolve o problema. O projeto de lei para tornar o teste da linguinha obrigatório não prevê a exigência de realização desse corte, mas o procedimento já é feito no SUS.
Segundo a Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, o teste é relevante porque é comum o atendimento de crianças mais velhas com problemas de fala por falta de diagnóstico quando eram bebês. Ainda de acordo com a entidade, a língua presa pode dificultar a amamentação.
"A mãe acaba achando que seu leite é fraco e começa a complementar com outro leite, o que leva ao desmame precoce. Posteriormente, as limitações dos movimentos da língua  podem alterar a fala, comprometendo o desenvolvimento social e profissional dos portadores de língua presa", diz a fonoaudióloga Roberta Martinelli, criadora do exame.
A técnica desenvolvida por Roberta consiste em examinar com os dedos o movimento da língua e a posição do frênulo. Em seguida, observa-se e grava-se a criança sendo amamentada, para análise de detalhes.
A exigência do teste da linguinha enfrenta oposição da Sociedade de Pediatria de São Paulo, que considera desnecessária a avaliação, pois, segundo a entidade, ela já é feita rotineiramente por pediatras nas maternidades.

Teste do coraçãozinho

Segundo balanço do Ministério da Saúde, a cada mil recém-nascidos, aproximadamente, dois apresentam problemas cardíacos, que seriam facilmente diagnosticados pelo teste do coraçãozinho ou oximetria de pulso.
Mesmo assim, ele é obrigatório apenas em alguns estados, como Mato Grosso do Sul, que é pioneiro na exigência da avaliação.
Durante o exame, um sensor é aplicado na pele do bebê para aferir a oxigenação dos membros superiores e inferiores.
"Se registramos uma medida de oximetria menor do que 95% em qualquer membro ou uma diferença de três pontos percentuais entre os membros superiores e os inferiores devemos suspeitar de uma cardiopatia crítica", afirma Gustavo Foronda, cardiologista infantil do Einstein. O bebê deve passar pelo teste entre 24h e 48h após seu nascimento.
De acordo com a SBP (Sociedade Brasileira de Pediatria), de 30% a 40% das crianças que têm problemas cardíacos graves recebem alta das maternidades sem diagnóstico.
Leia mais em: http://zip.net/bmnbkx

Fonte: http://noticias.bol.uol.com.br/

Sucesso é para relembrar e aplaudir

Atletas de Concórdia conquistam medalhas na Seleção

Concórdia – Após conquistarem o Pan-Americano Júnior Feminino de Handebol com a seleção brasileira, as atletas Tauani Schneider e Isaura Fernanda Menin já regressaram aos treinos com a equipe da Supergasbras/UnC Concórdia. O título garantiu o País no Campeonato Mundial no mês de junho, na Croácia.
Tauani e Isaura (d) venceram o Pan-Americano pelo Brasil. Foto: Handebol Concórdia/Divulgação
Tauani e Isaura trouxeram na bagagem suas medalhas de ouro e foram recepcionadas com alegria pelas colegas de time. Elas também receberam o cumprimento do prefeito de Concórdia, João Girardi, e do vereador Arlan Guliani, que fizeram uma visita ao técnico Alexandre Schneider e ao grupo de jogadoras. O Pan-Americano foi disputado na semana passada, de terça a sábado, em Buenos Aires, na Argentina.
Copa Brasil
A equipe, agora, intensifica os treinamentos para a participação na Copa Brasil de Handebol Feminino. Os jogos serão realizados no Centro de Eventos de Concórdia, entre os dias 6 e 10 de maio. O torneio é o segundo maior evento realizado pela Confederação Brasileira de Handebol e fará parte das comemorações dos 80 anos do município de Concórdia.
Reforço
A menos de um mês do início da Copa Brasil de Handebol Feminino, a equipe da Supergasbras/UnC/Concórdia apresentou mais um reforço para este ano. Trata-se da goleira Flávia, 18 anos, natural do Rio de Janeiro e que defendeu por último o time de Umuarama (PR). A atleta, que faz parte da seleção brasileira juvenil, já treina com o restante do elenco comandado pelo técnico Alexandre Schneider.

Fonte: www.redecomsc.com.br

Santos do dia 23 de abril

São Jorge

A existência do popularíssimo são Jorge, por vezes, foi colocada em dúvida. Talvez porque sua história sempre tenha sido mistura entre as tradições cristãs e lendas, difundidas pelos próprios fiéis espalhados entre os quatro cantos do planeta.

Contudo encontramos na Palestina os registros oficiais de seu testemunho de fé. O seu túmulo está situado na cidade de Lida, próxima de Tel Aviv, Israel, onde foi decapitado no século IV, e é local de peregrinação desde essa época, não sendo interrompida nem mesmo durante o período das cruzadas. Ele foi escolhido como o padroeiro de Gênova, de várias cidades da Espanha, Portugal, Lituânia e Inglaterra e um sem número de localidades no mundo todo. Até hoje, possui muitos devotos fervorosos em todos os países católicos, inclusive no Brasil.

A sua imagem de jovem guerreiro, montado no cavalo branco e enfrentando um terrível dragão, obviamente reporta às várias lendas que narram esse feito extraordinário. A maioria delas diz que uma pequena cidade era atacada periodicamente pelo animal, que habitava um lago próximo e fazia dezenas de vítimas com seu hálito de fogo. Para que a população inteira não fosse destruída pelo dragão, a cidade lhe oferecia vítimas jovens, sorteadas a cada ataque.

Certo dia, chegou a vez da filha do rei, que foi levada pelo soberano em prantos à margem do lago. De repente, apareceu o jovem guerreiro e matou o dragão, salvando a princesa. Ou melhor, não o matou, mas o transformou em dócil cordeirinho, que foi levado pela jovem numa corrente para dentro da cidade. Ali, o valoroso herói informou que vinha da Capadócia, chamava-se Jorge e acabara com o mal em nome de Jesus Cristo, levando a comunidade inteira à conversão.

De fato, o que se sabe é que o soldado Jorge foi denunciado como cristão, preso, julgado e condenado à morte. Entretanto o momento do martírio também é cercado de muitas tradições. Conta a voz popular que ele foi cruelmente torturado, mas não sentiu dor. Foi então enterrado vivo, mas nada sofreu. Ainda teve de caminhar descalço sobre brasas, depois jogado e arrastado sobre elas, e mesmo assim nenhuma lesão danificou seu corpo, sendo então decapitado pelos assustados torturadores. Jorge teria levado centenas de pessoas à conversão pela resistência ao sofrimento e à morte. Até mesmo a mulher do então imperador romano.

São Jorge virou um símbolo de força e fé no enfrentamento do mal através dos tempos e principalmente nos dias atuais, onde a violência impera em todas as situações de nossas vidas. Seu rito litúrgico é oficializado pela Igreja católica e nunca esteve suspenso, como erroneamente chegou a ser divulgado nos anos 1960, quando sua celebração passou a ser facultativa. A festa acontece no dia 23 de abril, tanto no Ocidente como no Oriente

Veja Também


Evangelho do dia 23 de abril de 2014

Ano A - DIA 23/04



A caminho de Emaús com Jesus - Lc 24,13-35

Naquele mesmo dia, dois dos seguidores de Jesus estavam indo para um povoado chamado Emaús, que fica a mais ou menos dez quilômetros de Jerusalém. Eles estavam conversando a respeito de tudo o que havia acontecido. Enquanto conversavam e discutiam, o próprio Jesus chegou perto e começou a caminhar com eles, mas alguma coisa não deixou que eles o reconhecessem. Então Jesus perguntou:
- O que é que vocês estão conversando pelo caminho?
Eles pararam, com um jeito triste, e um deles, chamado Cleopas, disse:
- Será que você é o único morador de Jerusalém que não sabe o que aconteceu lá, nestes últimos dias?
- O que foi? - perguntou ele.
Eles responderam:
- O que aconteceu com Jesus de Nazaré. Esse homem era profeta e, para Deus e para todo o povo, ele era poderoso em atos e palavras. Os chefes dos sacerdotes e os nossos líderes o entregaram para ser condenado à morte e o crucificaram. E a nossa esperança era que fosse ele quem iria libertar o povo de Israel. Porém já faz três dias que tudo isso aconteceu. Algumas mulheres do nosso grupo nos deixaram espantados, pois foram de madrugada ao túmulo e não encontraram o corpo dele. Voltaram dizendo que viram anjos e que estes afirmaram que ele está vivo. Alguns do nosso grupo foram ao túmulo e viram que realmente aconteceu o que as mulheres disseram, mas não viram Jesus. Então Jesus lhes disse:
- Como vocês demoram a entender e a crer em tudo o que os profetas disseram! Pois era preciso que o Messias sofresse e assim recebesse de Deus toda a glória.
E começou a explicar todas as passagens das Escrituras Sagradas que falavam dele, iniciando com os livros de Moisés e os escritos de todos os Profetas.
Quando chegaram perto do povoado para onde iam, Jesus fez como quem ia para mais longe.Mas eles insistiram com ele para que ficasse, dizendo:
- Fique conosco porque já é tarde, e a noite vem chegando.
Então Jesus entrou para ficar com os dois. Sentou-se à mesa com eles, pegou o pão e deu graças a Deus. Depois partiu o pão e deu a eles. Aí os olhos deles foram abertos, e eles reconheceram Jesus. Mas ele desapareceu. Então eles disseram um para o outro: - Não parecia que o nosso coração queimava dentro do peito quando ele nos falava na estrada e nos explicava as Escrituras Sagradas?
Eles se levantaram logo e voltaram para Jerusalém, onde encontraram os onze apóstolos reunidos com outros seguidores de Jesus. E os apóstolos diziam:
- De fato, o Senhor foi ressuscitado e foi visto por Simão!
Então os dois contaram o que havia acontecido na estrada e como tinham reconhecido o Senhor quando ele havia partido o pão.

Fonte: www.paulinas.org.br

DESTAQUE - Escola de Adamantina cria moeda própria e premia alunos por bons hábitos‏

Projeto Educando com Amor concede pontuação aos alunos da Emef Prof. Eurico Leite
de Morais que pode ser trocada por prêmios ao fim do mês na “Lojinha do Amor”

Assessoria de Imprensa



Foto: Assessoria de ImprensaAlunos visitam a “Lojinha do Amor” e
 conhecem produtos que podem ser
 adquiridos através de seus bons hábitos
Considerada capital regional da educação, com elevados índices de alfabetização (90,52% segundo o IDH-M), Adamantina é destaque com um sistema de ensino próprio, conduzido através da dedicação, profissionalismo e criatividade dos profissionais de educação. Prova disso é um projeto que estimula a adoção de bons hábitos por parte dos estudantes e já tem registrado bons resultados.
Criado no início de abril na EMEF Professor Eurico Leite de Morais, unidade localizada no Jardim Adamantina, o projeto Educando com Amor, de iniciativa da diretora Aline Prates Tarnoschi, prevê avaliação diária e pontuação aos alunos que participarem das aulas, realizarem as tarefas, não se envolverem em brigas e não tiverem atitudes de desrespeito com o próximo.
Os alunos que não demonstrarem disciplina e respeito nas aulas, inclusive das atividades extras (Educação Física, Artes, Inglês e Informática) e durante o recreio, ou for levado à diretoria, poderão perder moedas conquistadas.
Ao final do mês, a pontuação obtida será trocada por “moedas do amor”, criadas especialmente para o projeto e utilizadas somente dentro da unidade escolar. As moedas serão úteis para aquisição de brinquedos, brindes e materiais escolares na “Lojinha do Amor”, montada em uma sala de aula.
Na tarde desta terça-feira (22), todos os alunos visitaram a “Lojinha do Amor” e conheceram os produtos disponíveis, todos doados por empresas e/ou cidadãos. Durante a atividade, os pequenos estudantes foram orientados que “quanto mais dinheiro do amor arrecadarem, melhor será o produto que poderá comprar”.
A coordenadora pedagógica da unidade, Viviane Pereira de Souza, revela que o projeto tem como objetivo melhorar o desempenho escolar e já atingiu diversos reflexos positivos, resultando em melhorias significativas durante as aulas e também nos intervalos. “Os professores já estão sentindo os benefícios do projeto e já relatam uma melhora no relacionamento dos alunos”, declara.
O projeto visa valorizar os trabalhos realizados pelos alunos na escola e em tarefas para casa, além de demonstrar a importância do empenho, dedicação, organização e disciplina para a aprendizagem, cultivar bons hábitos de convivência e amor dentro da escola, incentivar o respeito mútuo e diminuir o grau de agressividade no relacionamento dos alunos, informou a diretora Aline.
 A necessidade de envolvimento dos alunos para a aprendizagem foi fator fundamental para a criação do projeto, segundo Viviane, que confirma a existência de uma séria crise de atenção, respeito e disciplina na escola. “Problemas estes que refletem diretamente na aquisição de novos conhecimentos para os alunos. Alunos cada vez menos interessados nos saberes escolares estão presentes frequentemente em nossas salas de aula”.
Viviane ressalta ainda que “metodologia moderna de trabalho, jogos, recursos multimídia, parecem que não são suficientes para fazer a garotada se animar a vir pra escola para aprender e aprender a aprender”. Por este motivo surgiu a necessidade de buscar uma alternativa para os estudantes que preferem as brincadeiras a estudar, aos que deixam os cadernos em branco e brigam no intervalo.
“O problema com a disciplina e interesse tem aumentado cada dia, e por isso diante de tantos conflitos, procuramos criar algo que pudesse valorizar o que o aluno faz de correto”, salientou Aline. “O projeto Educando com Amor vem para mostrar às crianças que o trabalho delas é valioso e poderá ser recompensado com moedas do amor”.


Adamantina possui o 67º melhor Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDH-M) do país, com nota 0.790, considerada ‘alta’. O estudo do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) comprova que a cidade possui os melhores índices de qualidade de vida da região.
O ranking é feito a partir de dados do Censo Demográfico de 2010, que considera a renda da população, longevidade e educação. No IDHM Educação, o município obteve índice 0,750, acima das médias estadual e nacional.


Fonte: PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ADAMANTINA
                     Assessoria de Imprensa
Everton Santos
Jornalista |  MTb Nº. 34.016/SP