segunda-feira, 27 de junho de 2016

Luceliense é classificado na 1ª Etapa do Sarau 2016

 Quando publicamos algo, seja em que segmento for, temos o intuito de bem informar nossos leitores.  Há pouco tempo publicamos algo sobre o Sarau 2016. Hoje, nos chega à grande informação de que um luceliense, residente em Curitiba, PR,  partindo daquela informação, se inscreveu e foi classificado. Diz-nos, Silvio Minari, em sua mensagem “Paiva, lembra uma publicação que vc colocou sobre Sarau2016? Participei e saiu
Adicionar legenda
resultado” Ficamos felizes pro você, Silvio e, torcemos que passe por todas as etapas e saia vencedor. Nós apenas ajudamos um pouco, mas o mérito é todo seu, por sua capacidade. Assim, torcemos para que muitas outras pessoas também tenham sucesso, através de nossas informações. A outra etapa, é a publicação do Livro, contendo os poemas classificados.

Colocamos a informação para que sirva de exemplo e muito mais pessoas também aproveitem as oportunidades que surjam.


José Luiz Paiva

Loteria Federal faz milionário em aposta de Lucélia

O prêmio é de R$ 1,3 milhão e o sorteio foi no sábado

   
  Resultado Concurso 05087 (25/06/2016)Prêmios principais

Sorteio Realizado em CAMPINA GRANDE, PB.
Destino Bilhete Valor do Prêmio (R$)
25635 1.350.000,00
57039 30.000,00
82350 20.000,00
58236 18.000,00
59320 17.530,00

LUCÉLIA - Uma aposta feita em Lucélia pode ter feito um milionário da Loteria Federal deste sábado (25).
De acordo com o site da Caixa Federal, o bilhete de número 25635 paga o 1º prêmio de R$ 1,35 milhão. O ganhador ou ganhadores ainda não foi ou foram identificado(s). É que o bilhete pode ter sido comprado por uma pessoa ou por mais de uma pessoa.
Segundo o site da Caixa Federal, cada série (bilhete inteiro) é composta de 10 frações (décimos), a premiação é paga proporcionalmente na razão de 1/10 por fração do bilhete.
Os sorteios das extrações são realizados às quartas e sábados, com prêmios principais de R$ 300 mil e R$ 600 mil nas duas séries, respectivamente.

Fonte: www.ocent.com.br (Com informações de www.cef.com.br)

Bombeiros orientam sobre fogos de artifício

por Bruno Saia-DA REPORTAGEM


Muito comuns no mês de junho, com o início das festas juninas em toda a região, os fogos de artifício preocupam o Corpo de Bombeiros, responsável pelos atendimentos das ocorrências envolvendo ferimentos causados por estes objetos. “Acidentes causam dilaceração de membros, por conta do deslocamento de ar, queimaduras, ou até mesmo os dois”, destaca o tenente PM Erlon Augusto Pavesi, responsável pela Seção de Comunicação Social do 14º GB (Grupamento de Bombeiros) de Presidente Prudente.
Para evitar queimaduras e acidentes, bombeiros
orientam sobre uso de fogos de artifício

Segundo o tenente, exceto em determinados eventos, como jogos de futebol, acidentes envolvendo fogos de artifício ocorrem quase que exclusivamente nesta época do ano. “Muitas vezes, as festas juninas contratam pessoas capacitadas, que são profissionais em pirotecnia, que lidam com os fogos, mas o problema é com o cidadão comum, principalmente quando há uso de bebida alcoólica, e ele perde a sensação de estar exposto ao perigo”, detalha Pavesi.
Outro fator de risco, de acordo com o bombeiro, é o uso dos fogos por crianças. “Em alguns casos, elas compram aquelas bombinhas bem pequenas, que vêm com pólvora misturada com areia, retiram a areia e fazem bombas maiores apenas com a pólvora e isso gera muito risco”, alerta o tenente.

Dicas de segurança

Ainda de acordo com Pavesi, a responsabilidade em ensinar os usuários a utilizar os fogos é dos comerciantes, que sempre devem apresentar as instruções dos fabricantes, que precisam ser seguidas à risca pelos consumidores. Aos vendedores também é recomendável vender poucas “bombas” por consumidor, para evitar a produção caseira.
“Se houver acidentes, a primeira medida é ligar para o 193 e, em caso de dilaceração, é preciso envolver o ferimento com um pano e uma toalha para estancar o sangramento. Já se ocorrerem queimaduras, basta manter o local sob água corrente abundante”, explica o tenete. Segundo ele, os bombeiros utilizam um gel especial, que é utilizado para colocar nas queimaduras, e nenhum outro produto deve ser utilizado.

SAIBA MAIS

AUTORIZAÇÃO DO EXÉRCITO

A responsabilidade sobre a fiscalização dos estabelecimentos que comercializam fogos de artifício é do Exército Brasileiro e, de acordo com a Junta Militar de Presidente Prudente, a cidade conta com seis estabelecimentos autorizados a vender estes produtos. O consumidor que tiver dúvidas se o local onde está comprando os itens é autorizado a comercializá-los, deve questionar o proprietário sobre o documento de autorização do Exército que, se não for apresentado, pode ser denunciado para qualquer órgão de segurança pública (policiais civil ou militar ou o Ministério Público). Mais informações sobre o Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados podem ser obtidas no endereço eletrônico: http://www.2rm.eb.mil.br/.

Fonte: http://www.imparcial.com.br/site/bombeiros-orientam-sobre-fogos-de-artificio

Funerária Flor de Lótus informa o falecimento de Fabiano Faustino Marinho da Silva

Foto de Funeraria Flor de Lotus.A Funerária Flor de Lótus comunica, com grande pesar, o falecimento do Sr. FABIANO FAUSTINO MARINHO DA SILVA, aos 32 anos, ocorrido HOJE 27/06/2016, na cidade de Adamantina/SP.
O funeral será no Velório Municipal de Adamantina e o  sepultamento será hoje, 27/06/2016, às 16:30h, no Cemitério Municipal de ADAMANTINA/SP.
Aos familiares e amigos, as nossas sinceras condolências.



Santos do dia

Nossa Senhora do Perpétuo Socorro
(27 de Junho)

Foto de Santo do Dia.
Pouco se sabe a respeito da autoria artística do quadro de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, apesar de conhecidíssimo pelos católicos do mundo inteiro. Segundo especialistas, há forte indício que o artista seja grego, pois as inscrições estão neste idioma. Esta pintura deve ter sido executada no período compreendido entre os séculos XIII e XIV. A tradução das quatro letras gregas na parte superior da tela significam “Mãe de Deus”. No quadro, o Menino Jesus, ao colo de Nossa Senhora contempla um dos anjos, que respectivamente seguram na mão instrumentos prefigurativos dos sofrimentos futuros, da paixão e morte do Salvador: lança, vara com a esponja, o cálice com fel, cruz e cravos. O quadro é composto de significativos detalhes. O Menino Jesus, amedrontado com a visão dos arcanjos Miguel e Gabriel segurando os referidos instrumentos, busca socorro no colo seguro da Mãe, já que uma das sandálias lhe resta ao pé esquerdo, dependurada só pelo cadarço. Maria o acolhe maternalmente e nos fita com olhar terno, ao mesmo tempo triste, como sinal de apelo à humanidade pelos pecados, causa do sofrimento do seu Filho. A tradução das letras gregas acima do ombro Menino, significam “Jesus Cristo”. Segundo tradições orientais, o quadro, uma pintura em estilo bizantino, é uma reprodução de uma pintura feita por São Lucas, que além de escritor, era também pintor.
Conta-se que este quadro ficava exposto em um templo na Ilha de Creta, e que fora roubado por um negociante que pretendia levá-lo a Roma a fim de vendê-lo. Quando o navio saiu, uma tremenda tempestade formou-se, causando desespero na tripulação. Todos pediram socorro à Deus à Virgem, ocasião em que a tempestade dissipou-se. A embarcação acabou aportando na Itália, mais ou menos na mesma época em que Colombo trazia da América para a Europa a nau “Santa Maria”. O quadro milagroso de Nossa Senhora foi transportado para a cidade de Roma.
Posteriormente, após a morte do ladrão, Maria manifestou-se a diversas pessoas, expressando o desejo de que esse quadro fosse venerado na Igreja de São Mateus (hoje Igreja de Santo Afonso), em Roma, a qual está situada entre as Igrejas de Santa Maria Maior e São João de Latrão. Seu desejo não foi atendido e algum tempo depois, o quadro ficou em poder de uma mulher que tinha uma filha de 6 anos.
Certo dia, Maria apareceu à menininha e lhe indicou um lugar, dizendo: "quero que o quadro seja colocado entre a minha querida Igreja de Santa Maria Maior e a do meu filho São João de Latrão". A própria Virgem Maria, nessa aparição, foi quem deu à menininha o título “Perpétuo Socorro" e lhe manifestou o desejo de ser invocada com este nome. A menina contou o fato à sua mãe e esta resolveu seguir o indicado pela Virgem, entregando a imagem aos padres agostinianos, que residiam na Igreja de São Mateus, onde foi exposta à veneração pública no dia 07 de março de 1499, numa solene procissão. Lá permaneceu por três séculos tornando-se centro de peregrinação católica.
No ano de 1778, por ocasião da guerra civil, o venerável templo foi destruído, mas o quadro foi preservado e graças aos religiosos agostinianos, foi levado a salvo para o seu novo mosteiro, junto à Igreja de Santa Maria in Posterula, lado oposto da cidade.
O último membro da Congregação a fazer profissão religiosa no templo de São Mateus foi o frade Agostinho Orsetti. Com idade avançada e sentindo a proximidade da morte, recebia as visitas de um jovem amigo, Miguel Marchi, a quem lembrou por diversas vezes da Virgem do Perpétuo Socorro: “Não te esqueças, Miguel, - disse ele - que a imagem que está na capela é a mesma que foi por muito tempo venerada em São Mateus. Quantos milagres sucederam!”. Mais tarde, quando o jovem já pertencia à Ordem dos Redentoristas, ouvindo que um confrade seu encontrara documentos preciosos, relatou tudo o que ouvira do Frei Orsetti a respeito do quadro.
Passado algum tempo, o Papa Pio IX chamou para Roma os redentoristas, e nessa ocasião veio à tona a questão sobre a santa imagem. Os padres redentoristas solicitaram ao Papa que o quadro fosse colocado na Igreja de Santo Afonso, construída no mesmo lugar em que estivera a Igreja de São Mateus, ora destruída pela guerra. Atendendo ao pedido, o Papa disse: “É a nossa vontade que a imagem da Santíssima Virgem volte para a Igreja localizada entre Santa Maria Maior e São João de Latrão”. Ao mesmo tempo, deu ordem aos redentoristas que divulgassem a devoção ao mundo inteiro. No dia 26 de abril de 1866, a imagem foi solenemente levada em procissão para o local de sua escolha, a Igreja de Santo Afonso, grande apóstolo e defensor de Maria. A devoção hoje encontra-se presente no mundo inteiro e milhões de cópias foram reproduzidas em todo o globo.
REFLEXÕES
O quadro de Nossa Senhora do Pertétuo Socorro resume, em poucos detalhes, um leque enorme de mensagens. A estampa expressa símbolos altamente significativos da fé: devoção mariana, Nascimento, Paixão e Morte de Nosso Senhor Jesus Cristo. A figura do Menino Jesus remonta o seu divino Nascimento. Ao mesmo tempo, a atitude do Menino diante da visão aterradora, O transporta à mesma sensação que iria sentir no Horto das Oliveiras. Busca Ele, no colo de Maria, Sua Mãe, socorro, proteção, consolo e segurança. Este é o ângulo do espectador em relação ao quadro. Um segundo ângulo, porém, do quadro para o espectador, ou de Maria para a humanidade, traduz um significado tão profundo quanto o primeiro: Maria se coloca como referência diante dos nossos pecados, intercedendo por nós junto a Jesus. Diante dos nossos sofrimentos, Ela é o nosso colo, nossa segurança, nosso Perpétuo Socorro. A riqueza de informações atinge extrema magnitude. Deve ser mesmo reprodução de um quadro de São Lucas, pois quase não dá para conceber como tantas informações possam caber em tão pouco espaço: 1) Parte superior - iniciais em grego para "Mãe de Deus"; 2) Auréola - colocada em 1867 a pedido do Vaticano pelos milagres atribuídos a Ela; 3) Estrela no Véu - Ela, a Estrela do Mar, que traz a Luz ao mundo e a Luz que nos conduz ao porto Seguro da Eternidade; 4) Inicial em grego sobre o arcanjo Miguel - que apresenta a lança, a esponja e o cálice da Paixão; 5) Inicial em grego sobre o arcanjo Gabriel - que apresenta a Cruz e os cravos, instrumentos da morte de Jesus; 6) Os olhos de Maria - grandes e voltados para nossas necessidades; 7) A boca pequena de Maria - recolhimento e o silêncio; 8) Iniciais gregas acima do Menino, que significa "Jesus Cristo". 9) Túnica Vermelha - distintivo das virgens no tempo de Nossa Senhora; 10) De mão dada com o Menino - Mão de consolo de Maria, significando também sua intercessão em favor dos homens; 11) Manto azul escuro - Maternidade e Virgindade de Maria; 12) Mão esquerda de Maria - apoio e sustento à humanidade; 13) Fundo Amarelo - representa o ouro, simbolizando a glória do Paraíso; 14) Sandália caída - nosso consolo ante as dificuldades e atropelos da vida.
Fonte: Página Oriente

Mais
São Cirilo de Alexandria
(27 de Junho)

São Cirilo, Patriarca de Alexandria, sobrinho e sucessor do Patriarca Teófilo, governou a Igreja de Alexandria durante 23 anos. Fechou todas as igrejas novacianas, expulsou da cidade os judeus, o que lhe importou grave conflito com o governador Orestes. Opôs-se com toda a energia à heresia nestoriana. Nestório, Patriarca de Constantinopla afirmava que em Jesus Cristo não havia não somente duas naturezas, mas também duas pessoas; donde co...
Continuar lendo

Fonte: www.facebook.com/santododia

Liturgia Diária

13ª Semana Comum - Segunda-feira 27/06/2016

Paróquia Santo Antonio - Junqueirópolis, sp (Imagem Internet)
Evangelho (Mt 8,18-22)
O Senhor esteja convosco.
Ele está no meio de nós.
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
Glória a vós, Senhor.
Naquele tempo, 18vendo uma multidão ao seu redor, Jesus mandou passar para a outra margem do lago. 19Então um mestre da Lei aproximou-se e disse: “Mestre, eu te seguirei aonde quer que tu vás”.
20Jesus lhe respondeu: “As raposas têm suas tocas e as aves dos céus têm seus ninhos; mas o Filho do Homem não tem onde reclinar a cabeça”. 21Um outro dos discípulos disse a Jesus: “Senhor, permite-me que primeiro eu vá sepultar meu pai”. 22Mas Jesus lhe respondeu: “Segue-me, e deixa que os mortos sepultem os seus mortos”.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.
Fonte: http://liturgia.cancaonova.com/

domingo, 26 de junho de 2016

Funerária Lucélia (Lopes & Lopes) informa o falecimento de Emerson Rogério Povliuk

Foto de Funeraria Lopes.

Dados do Falecido:

Nome EMERSON ROGERIO POVLIUK
Idade 36
Nascimento 11/10/1980
Sexo Masculino
Falecimento 26/6/2016

Dados do Sepultamento:

Data 27/6/2016
Hora 10:00h
Local Velório VELÓRIO MUNICIPAL DE LUCÉLIA
Local Sepultamento CEMITÉRIO MUNICIPAL DE LUCÉLIA